Vinho Reservado ou Vinho Reserva?

Uma dúvida que confunde na hora de adquirir seu vinho não é mesmo? Então de forma simples vamos esclarecer para vocês a diferença de vinho reserva e vinho reservado segundo a legislação brasileira.

Esses termos de Vinhos Reserva ou Reservado são conceitos que atestam o estilo de vinho dos rótulos que estão nas prateleiras dos mercados e que chegarão até as adegas dos apreciadores da bebida. Normalmente, para quem é iniciante no mundo dos vinhos, esses conceitos, tão parecidos na escrita, podem gerar alguma confusão na tomada de decisão de compra.

Tudo varia de acordo com o conhecimento, gosto pessoal e conhecimento da bebida, onde, a partir desses aspectos, será decidido qual vinho será aquele que agradará o paladar de cada consumidor. Mas muito cuidado, como a semelhança dos termos é muito grande, é comum leigos ou iniciantes na bebida acreditarem que o Vinho Reservado se trate de um vinho mais elaborado, mais complexo, quando na verdade não é.


VINHO RESERVADO

Segundo a legislação brasileira, vinho reservado é um vinho jovem, pronto para consumo, com graduação alcoólica mínima de 10% (v/v). O conceito Reservado é geralmente aplicado a vinhos de produção em larga escala, vinhos de consumo corrente, leves, frutados e super fáceis de beber. Apesar de serem vinhos produzidos em grande quantidades, os vinhos que ganham a denominação de Vinho reservado apresentam boa qualidade e seus preços são bastante acessíveis.

Uma Dica? Sabe aquele jantar descontraído entre amigos e cheios de boas risadas? Esse vinho pode ser uma boa opção para acompanhar.


VINHO RESERVA

Já para os padrões de qualidade dos vinhos Reservas no Brasil, a legislação estabelece que os vinhos tintos tenham um período de envelhecimento superior a 12 meses, enquanto os brancos e rosés um mínimo de envelhecimento de seis meses antes de alcançar as prateleiras de adegas e supermercados. Esses vinhos possuem graduação alcoólica de no mínimo 11% (v/v) e na a grande maioria apresenta carvalho em sua elaboração.

As características dos vinhos Reservas são: maior complexidade aromática, qualidade superior, elaborado com uvas finas selecionadas, ótima maturação e aromas como especiarias, couro, frutas secas, fruta em compota, chocolate, flores doces, entre outros aromas terciários.


Mas lembre-se:

Um vinho reservado ou um vinho reserva é e sempre será questão de estilo e não de qualidade.

Escrito por Maria Lúcia Fraron - enóloga.

68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo